Buscar

Com performance memorável Alison dos Santos conquista medalha de ouro no Mundial de Atletismo

Brasileiro se impôs na final dos 400 metros com barreiras e estabeleceu o recorde do campeonato com 46"29".




O velocista paulista Alison dos Santos é sagrou-se campeão mundial de atletismo na prova dos 400 metros com barreiras. Para quem não acompanhou a sua performance na pista do Estádio Hayward Field, na cidade de Eugene, estado do Oregon, saiba que Alison venceu a final de forma categórica, registrando a melhor marca do ano e o recorde do campeonato, com o tempo de 46”29”.


Havia uma grande expectativa por parte da imprensa especializada de quem seria o vencedor pois junto a Alison estavam o norueguês recordista mundial da prova e campeão olímpico em Tóquio, Karsten Warholm, e também o norte americano Rai Benjamin, vice-campeão olímpico em Tóquio na mesma disciplina. No entanto, ambos foram superados pelo brasileiro que escreveu seu nome na história do Mundial.

"A energia da multidão foi incrível. Eu senti seu amor, as pessoas me abraçando", disse ele. "Quando você ganha, você começa a ser o favorito de todos. É fantástico ganhar o título mundial nesta pista."

Com uma temporada irretocável na qual já venceu quatro etapas da Diamond League em 2022 o barreirista manteve a regularidade vencendo as etapas eliminatórias em Eugene. Quando o árbitro deu a partida Alison ‘Piu’, apelido de infância, acelerou desde o início.


A saída do bloco de forma intensa sustentou os ataques às primeiras barreiras até a reta oposta. Na curva o brasileiro dividiu a liderança com Warholm. Entrando na reta de chegada foi a vez do norte americano se aproximar. Nas nona e décima barreiras Alison manteve a aceleração cruzando a linha de chegada sozinho e sorridente, aplaudido pelo grande público.

"Sou grato pela prata. Consegui fazer isso. Eu cortei alguns obstáculos e meu plano de corrida saiu pela janela, mas quando ouvi 'EUA', 'EUA', corri o mais rápido que pude para manter meu segundo lugar", disse ele.

Destaque da Seleção Brasileira de Atletismo desde os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020/21 quando conquistou uma medalha de bronze nos 400 metros com barreiras, Alison confirmou a máxima de que é preciso fomentar de forma perene o ambiente do esporte para as crianças, adolescentes e jovens, pois o resultado o Alison nos mostrou ser possível.

Fonte. Agência Brasil

5 visualizações